31 de maio de 2015

Na hora de tratar, quem está correto?


          
  Certamente, na nossa prática clínica, procuramos oferecer o melhor para o nosso paciente. O próprio paciente busca isso do profissional a quem procura. Em nossa ânsia de poder oferecer isso, partimos em busca de várias capacitações. Formações das mais variadas técnicas parecem surgir a cada dia, cada uma com um nome mais chamativo que outro. Muitas vezes, as mesmas modalidades de tratamento, mas que por causa de uma vírgula no meio de texto, vira uma nova técnica. Aí lanço minha indagação, será que é esse mesmo o caminho?