30 de agosto de 2013

Bandagem rígida ou elástica, qual devo usar?

          As bandagens elásticas, independente da nomenclatura usada, tem conquistado cada vez mais notoriedade em meio, principalmente, atletas e profissionais ligados a desportiva. É evidente que pacientes de um modo geral tem usado terapeuticamente mais essa “ferramenta” de tratamento. Nesta postagem venho trazer algumas considerações que considero importantes a cerca do uso das bandagens.
                O primeiro ponto que trago é a respeito dos tipos. Isso mesmo, tipos! Para que não sabia, a bandagem elástica deriva de uma bandagem rígida, sendo que para essa faço distinção de duas importantes modalidades. Então vamos por partes.

19 de agosto de 2013

Os famigerados pontos-gatilho

       




         Ultimamente os pontos-gatilho tem se tornado cada vez mais famosos. Alguns pacientes, numa consulta ao Dr. Google, já trazem seu diagnóstico para nossa avaliação. Certo, que seja pontos-gatilho, será que isso simplesmente define o que devo tratar?

            Entendo que isso vá muito mais além. Saber que a tensão do trapézio é devido ao ponto-gatilho não chega a ser nenhuma novidade. Ou é? Quantos tem tensão no trapézio? Você deve ter! Diagnóstico feito! Brincadeira.

2 de julho de 2013

A fibromialgia e suas faces

      
       
  É bem verdade que já escrevi uma postagem sobre fibromialgia ( ver postagem ), mais direcionada aos profissionais da saúde. Decidi escrever agora para os diversos leitores que acabam encontrando o meu blog e se identificam com postagens acerca do assunto.

A fibromialgia é uma entidade patológica mal compreendida ao longo do tempo, que sofreu modificações de sua definição, mas ainda provoca confusões e acaba enclausurando o paciente. Isso porque, muitas vezes, é mais fácil condenar o paciente ao diagnóstico de fibromialgia, porque acaba “explicando” as suas dores e seu estado psicológico sem grandes problemas.

14 de junho de 2013

O que não se deve fazer

             Será sempre inútil tentar tratar um paciente sem realmente ter pelo menos uma idéia do que ele tenha, do processo lesional, patomecânica, fisiopatologia, enfim, entender o que realmente ESTÁ acontecendo com o paciente que está ali a sua frente.


         Sei na verdade que minhas postagens se referem, em sua grande parte, a terapias, procedimentos, conceitos relacionados a terapia manual. Mas seria realmente ingênuo em não pensar que o conhecimento a cerca da patologia se faz necessária em qualquer área que queiramos atuar. Ora, mas isso deveria ser lógico, não é mesmo? Deveria, mas a lógica não se aplica.

17 de maio de 2013

DORES NOS PÉS: HÁ ALGO MAIS QUE ISSO!



         Queixas de dores no pé são bastante comuns. Às vezes tão comuns, que parece ser normais, e por isso, pacientes deixam até de relatar na clínica do fisioterapeuta. Se o fisioterapeuta não pergunta, aí fica por isso mesmo, até que essa dor começa a atrapalhar nas atividades diárias, sendo quase insuportáveis.
             É sabido por muitas a importância do pé no processo de equilíbrio estático e dinâmico ascendente. A má postura do pé repercutirá de maneira ascendente para o joelho, quadril, sacroilíaca e coluna, assim como um processo de desequilíbrio descendente repercutirá nos pés. Essa importância tem sido, por vezes, desprezada por muitos terapeutas e, principalmente, por médicos.

30 de março de 2013

Padrão de dor referida dos pontos-gatilho


Clique na imagem para verificar a correspondência dor pontos-gatilho e seus padrões de dor referida- Trigger Point Treatment

28 de fevereiro de 2013

Questões em Fisiologia Humana



Para quem gosta de estudar fisiologia e precisa de um estímulo adicional, aí vai algumas questões gabaritadas para prosseguirem nos estudos.

Clique na imagem para ter acesso ao teste

19 de fevereiro de 2013

Pontos-Gatilho: Artigo de Revisão


Segue um artigo de revisão publicado sobre pontos-gatilhos. Para ter acesso ao artigo completo, basta clicar no texto abaixo.

Referência: NASCIMENTO, J. D. S., VASCONCELOS, D. A., MAIA, M. R. A., VITORINO, M. S., SANTOS, R. V. C.
PONTOS-GATILHO MIOFASCIAIS: ARTIGO DE REVISÃO. Revista de Ciências da Saúde Nova Esperança. , v.10, n. 2,  p.1- 11, 2012.



9 de fevereiro de 2013

Neurofisiologia Articular



                   Todas as técnicas terapêuticas que promovem resultados na sua aplicação precisam e tem um embasamento fisiológico, na mobilização articular não acontece diferente. Sua principal modulação sobre a dor perpassa pela atuação nos receptores articulares.
            Para se entender melhor sobre a neurofisiologia da mobilização articular precisa-se reportar a algumas definições e conhecimento fisiológico dos receptores articulares e a transmissão da dor ao sistema nervoso central (SNC).
            Existem nas cápsulas articulares e nos ligamentos, receptores sensíveis a movimentos ativos e passivos, estes denominados de mecanorreceptores. São, geralmente, classificados pelos algarismos romanos I, II e III, sendo o receptor IV um nociceptor, inativos em situações fisiológicas e funcionais normais.

18 de janeiro de 2013

Dicas em bioestatística


Esta postagem é para dar uma dica para aqueles que sofrem ou quebram a cabeça em análises estatísticas. Geralmente não muito comum estarmos familiarizados com testes estatísticos mais adequados para aplicar na pesquisa, e assim conseguir extrai do trabalho tudo o que ele pode dar. Para resolver esse problemas, meu amigo pessoal, Dr. Johnnatas Mikael, oferece consultoria, bem como cursos em bioestatística. Então vale a pena entrar em contato, certamente as dores de cabeças com estatística serão resolvidas. Consultem o blog Bioestatística (clique para ir ao blog).