29 de dezembro de 2012

Palmilha! Usar ou não usar? eis a questão!!!




                Na minha prática clínica tenho me deparado com situações até muito recorrente, motivo da até de uma postagem anterior, Síndrome da Perna Curta (clique aqui para ver a postagem). Não é difícil entender porque é tão frequente a presentar uma perna mais curta que a outra, de maneira funcional. Estamos sempre tendendo a assimetria, mesmo que de maneira inconsciente. É impossível termos mobiliário adequado em qualquer lugar que estejamos. Além disso, parece que sempre nos acomodamos numa posição que é falsamente confortável, ou será que a maioria das pessoas acham que assistir televisão deitadas desconfortável?

                Pois bem, vamos ao problema a ser tratado de fato nessa postagem: usar ou não palmilha? Aí parto para minha experiência clínica e o que tenho visto, para que você leitor, clínico ou alguém que está em busca apenas de uma informação de seu próprio caso possa, possa tirar suas próprias conclusões. O palmilhamento é importante de ser feito, mas existem algumas ressalvas a serem discutidas.

26 de dezembro de 2012

Ciatalgia, o que está envolvido?


                 Dor ciática é um tanto quanto comum nos pacientes com “hérnia de disco”, incluo nesse grupo os pacientes com protrusão e prolapso, que são casos tratados de maneira convencional na clínica médica e fisioterápica. Casos como extrusão e sequestro livre são na verdade indicados a cirurgia. Mas o que na verdade ocorre?
                É bastante comum o paciente relatar que não sentia dor, ou que sentia dores lombares leves, que ao tomar medicamento ou descansava a dor ia embora, mas que em um determinado dia sentiu, “do nada” uma irradiação que ficou constante, ou mesmo que ficou “travado”. Quando faz a ressonância, pronto o diagnóstico tá fechado! Hérnia de disco!

31 de outubro de 2012

Disfunção Sacro-ilíaca: problemas relacionados



                A disfunção Sacro-ilíaca (SI) é bastante corriqueira em nossos consultórios, mas também um pouco que deixado de lado por fisioterapeutas que não tem uma formação em terapia manual. Ao meu ver, não é preciso ter uma formação específica em dada técnica de terapia manual para poder voltar a atenção para essa disfunção que por ser tão corriqueira, tem um alto potencial lesivo a estrutura musculoesquelético, em meio as adaptações que pode gerar.

22 de setembro de 2012

O que você precisa saber sobre fibromialgia



               
            Tenho observado, em minha prática clínica, uma certa confusão no que se refere a fibromialgia. Por vezes, tem chegado em minha clínica, acredito que na maioria em muitas clínicas de tratamento da dor, paciente com diagnósticos equivocados de fibromialgia. Ao longo dessa postagem vou discutir alguns do sinais e sintomas que norteiam o diagnóstico da fibromialgia e entender qual confusão tem acontecido nos diagnósticos, isso porque seu diagnóstico é essencialmente clínico, não havendo exames que o subsidiem.

29 de agosto de 2012

Sinusite ou sintomas de dores cervicogênicas?


A pergunta acima pode ser uma dúvida sintomática que muitos terapeutas e pacientes não tenham ainda de defrontado. E aí fica a dica, alguns sintomas, caracteristicamente relacionados com a sinusite podem na verdade ser de origem de disfunções cervicais.

24 de junho de 2012

Bicos de papagaios e esporões, de onde vem?

 
                Foi assistindo uma matéria sobre esporão do calcâneo que decidi fazer essa postagem. Lá foi perguntado a origem do problema. Explicou-se tudo, menos a origem. Pois vamos lá, na tentativa de esclarecimento lógico para formação de tal processo, tão doloroso.
                O conhecimento popular chega a trazer uma ideia de ser hereditário, por vezes na clínica um ou outro paciente relata que a irmã, o tio, a mãe também sofrem do mesmo problema. Na verdade as formações ósseas em formas de “pontas”, que podem aparecer em qualquer osso, são fontes de respostas a desequilíbrios estruturais e funcionais do corpo.

8 de junho de 2012

Tecidos não contráteis, o que precisamos saber?



            Os tecidos moles apresentam algumas propriedade mecânicas muito importantes as quais precisamos estarmos atentos quando ao tratar nosso pacientes.

            A primeira que destaco é quanto a disposição de colágeno nos diferentes tecidos. Fibras de colágena são responsáveis pela força tensiva dos e resistência do tecido à deformação. Logo, estruturas com maior quantidade de colágena são mais resistentes à tensão, com pequena quantidade de formação à força tensiva.




Representação da fibra de colágeno no tendão, ligamento e na pele.

6 de junho de 2012

Abaixo Assinado de Quiropraxia

Levando em consideração as peculiaridades específicas das profissões da área de saúde regulamentadas em nosso país, considerando em particular a excelência dos cursos de fisioterapia ministrados nas inúmeras faculdades e universidades brasileiras, mas também, ciente da relevância da técnica da quiropraxia no tratamento de determinadas alterações mecânicas do sistema músculo-esquelético e seus efeitos sobre a função do sistema nervoso, a quiropraxia deve ser ministrada em instituições de ensino superior como uma especialização da fisioterapia e não como um curso autônomo.

A quiropraxia é uma especialidade terapêutica física, que pelas suas peculiaridades deve exigir dos profissionais da fisioterapia especialização adicional. E segundo a RESOLUÇÃO Nº. 220, DE 23 DE MAIO DE 2001. do COFFITO - Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, a quiropraxia é reconhecida como especialidade do Fisioterapeuta

Tendo em vista o relatado acima, não se justifica que a quiropraxia seja regulamentada como uma profissão à parte, uma vez que os princípios metodológicos dos procedimentos manipulativos e/ou de ajustamento ósteo-articular, ditos como quiropraxia, estão agasalhados na formação acadêmica do fisioterapeuta.
 

16 de maio de 2012

Entendendo um pouco sobre osteoartrose (OA)


           É uma doença osteoarticular degenerativa que apresenta uma anormalidade na cartilagem hialina, gerando sintomatologia variada. O processo degenerativo pode estar ligado a causas hereditárias, doenças endócrinas, desarranjos articulares e doenças inflamatórias. O quadro abaixo coloca algumas dessas causas.

14 de maio de 2012

Introdução a Eletromiografia

Olá pessoal!
Empolgado com minha ultima participação no COBEC 2, resolvi fazer uma postagem sobre eletromiografia de superfície (EMGS). Bom, é verdade que pouco sei sobre o tema, mas o pouco que sei resolvi postar, até par que os leitores possam contribuir com mais informações.
O EMGS é um ótimo instrumento para nos informar sobre a qualidade e quantidade de contração muscular (se não o melhor). Ele nos informar como estão funcionando as unidades motoras do músculo avaliado. Então, para quem pretende estudar e usar a EMGS, precisa saber de princípios básicos desse instrumento e da fisiologia de contração muscular (que na verdade isso é lei para nós fisioterapeutas).
A EMGS capta a atividade elétrica que emana do músculo durante a contração muscular. Isso devido as sucessivas despolarizações que passa pelo membrana pré-sináptica, liberação acetilcolina, que por sua vez cai no espaço sináptico e atinge os receptores pré-sinápticos na membrana pós-sináptica, deflagrando a despolarização por toda membrana muscular. É essa informação que é captada pelo sinal eletromiográfico.
Quando uma unidade motora é ativada, o sinal que aparece bifásico. Mas é praticamente impossível pegar o sinal de apenas uma fibra muscular com a EMGS, sendo que o apresentado pelo aparelho é uma somação dos sinais de várias fibras musculares, como visto na figura.



16 de abril de 2012

Metade dos casos de dor de cabeça está ligada à mandíbula

    A dor é na cabeça, mas a causa pode estar na boca, ou melhor, na mandíbula. Especialistas estimam que 50% das cefaleias estejam ligadas a distúrbios da ATM (articulação temporomandibular).
       Esses problemas podem causar dores de cabeça, às vezes confundidas com enxaqueca. E o caminho até o diagnóstico pode ser longo.
Segundo o dentista Paulo Conti, do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP de Bauru, poucas pessoas associam a dor de cabeça à mandíbula.
Mesmo assim, um terço da população tem pelo menos um dos sintomas do distúrbio, como dor, estalo ou dificuldade para abrir a boca.
     "Muitas vezes nem os médicos fazem essa associação. O paciente chega ao consultório do neurologista com dor e ele não imagina que o problema possa estar na ATM."
Ele preside a SBDOF (Sociedade Brasileira de Disfunções Temporomandibulares e Dor Orofacial), criada por ele há alguns meses para dar orientações sobre a ATM.De acordo com o dentista Rodrigo Bueno, consultor científico da ABO (Associação Brasileira de Odontologia), a diferença entre a dor de cabeça da ATM e a da enxaqueca está na localização.

28 de março de 2012

Essa dor pode não ser renal

                Ainda durante o meu estágio na clínica escola da minha universidade me deparei com um caso que pensei ser inusitado ou mesmo incomum. Uma paciente se queixava de dor que acreditava ser renal. Os exames que realizou não confirmaram suspeita. O que a tinha levado à nossa clínica foi uma dor lombar baixa, associada a protrusão discal. Sua atividade laboral, que deve ser levado em consideração, era de lavar roupas.

7 de março de 2012

Exercícios e cafeína modificam DNA dos músculos, diz pesquisa

Móleculas de DNA seriam alteradas para obter força e elasticidade.
Já o código genético não sofre mudanças.

Móleculas de DNA de músculos são modificadas química e estruturalmente após exercícios físicos, aponta pesquisa publicada na edição de março da revista científica "Cell Metabolism". Já o código genético do DNA não é alterado.
Segundo os cientistas do Instituto Karolinksa, na Suécia, as modificações parecem ser etapas iniciais da reprogramação genética dos músculos para obter força e elasticidade. Além disso, as mudanças podem ocorrer imediatamente no caso de pessoas saudáveis, porém inativas, que começam a fazer atividade física.

1 de março de 2012

Quiropraxia na cefaléia do tipo tensional

             A Cefaléia do Tipo Tensional é definida como dores de cabeça causadas secundariamente por tensão dos músculos do ombro e pescoço. Essas dores podem ser episódicas ou crônicas. Atualmente esse tipo de dor de cabeça tem sido mais frequente na população, talvez devido ao crescente estresse emocional que, quando associado a falta de exercícios e alongamentos, má postura, travesseiros e/ou colchões não adequados, uso de computador de forma errônea. Esses fatores contribuem mutuamente para o desenvolvimento das enxaquecas por tensão muscular.

30 de janeiro de 2012

QUIROPRAXIA, uma maneira inteligente de tratar sua coluna


O que é a Quiropraxia?
A Quiropraxia é uma especialidade da fisioterapia que lida com o diagnóstico, tratamento e prevenção de desordens do sistema neuro-músculo-esquelético e seus efeitos delas na saúde do corpo.
A Quiropraxia vem sendo praticada no Brasil desde 1920. É uma forma de tratamento que se preocupa em devolver a mobilidade normal das vértebras e demais articulações do corpo. O tratamento quiropráxico é natural, sem uso de medicamentos ou qualquer tipo de aparelho, utilizando apenas as mãos do terapeuta para trazer o equilíbrio do corpo.

17 de janeiro de 2012

Irisina?! Essa proteína é nova não é?


                É sim! Pelo menos para nós. Recentemente foi descoberta uma proteína que age como hormônio natural trazendo benefícios durante a contração muscular. Essa proteína age como um mensageiro durante a atividade muscular auxiliando na queima de gordura. Estudos feitos com ratos diabéticos, obesos e sedentários mostraram os benefícios da irisina. A proteína é capaz de melhorar a tolerância a glicose.