22 de junho de 2011

Avaliação Neural


Esse texto visa dá uma continuidade a assuntos discutidos anteriormente presentes numa postagem intitulada como: “Neurodinâmica: os nervos em movimento”. O seu objetivo é mostrar como se fazer uma avaliação do sistema nervoso e posteriormente será apresentado como se dá o tratamento de tais afecções.

Todo tratamento eficaz vem precedido de uma avaliação adequada e com o sistema nervoso não é diferente. A dor provinda de nervos periféricos é bem característica e na maioria das vezes apresenta-se com uma sensação de cansaço, em queimação e formigamento que irradia através de todo o seu trajeto. Por muitas vezes o nervo encontra-se sensível a palpação.

David Butler, autor da técnica, criou testes bem específicos, que tem o objetivo de “estirar” o nervo em questão ou colocá-lo em tensão para observar se ele apresenta-se sensível e/ou reproduz os sintomas antes relatados pelo paciente. Existem três aspectos citados por Butler que determinam ou consideram o teste de Tensão Neural Adversa positivo:

·         o teste reproduz os sintomas do paciente ou fica limitado em uma ADM particular;
·         as respostas do teste podem ser alteradas por movimentos realizados em partes distantes do corpo, como a flexão cervical em um SLR, por exemplo;
·         diferenças nos testes de ambos os lados. Essas diferenças podem na amplitude de movimento e nas respostas sintomáticas.

A seguir mostrarei testes de alguns dos principais nervos do corpo, os quais são combinações simples de movimentos:

·         Nervo Mediano: Estabilização Escapular + Abdução do Ombro (110°) + Supinação + Extensão de Punho e Dedos + Rotação Lateral do Ombro + Extensão do Cotovelo + Flexão Lateral Cervical Oposta (sensibilizante)





·         Slump test (Paciente sentado com os braços para trás): Flexão da coluna toracolombar + Flexão cervical + Extensão do Joelho + Dorsiflexão




·         SLR – Flexão do quadril com o joelho estendido. Pode ser sensibilizado pela dorsiflexão e eversão (trato tibial), inversão (trato fibular)


OBS.: Por problemas no Blog, as imagens não foram adicionadas. Esperamos posta-las em breve.


Por: Daniel Germano.

Acadêmico do curso de fisioterapia - UEPB
Ex-monitor da disciplina Biofísica
Membro do Núcleo de Estudos em Motricidade Humana - MOTRIS
Membro do Blog PFM

         

Nenhum comentário: