7 de outubro de 2010

Reeducação Postural Global

      O método Reeducação Postural Global (RPG) foi desenvolvido na década de 80 pelo fisioterapeuta francês Philippe Emanuel Souchard. Dizem os seus comtemporâneos que o método é uma herança das técnicas de alongamentos globais desenvolvido pela tão conhecida Françoise Mézières, da qual Souchard fora pupilo. Há relatos de que as técnicas usadas por Mézières lançavam mão de inúmeros terapeutas, sendo cada um encarregado de tensionar cada membro ou zona retraída do paciente, enquanto que no RPG tal abordagem sofreu radical adaptação: apenas um terapeuta trata o paciente.


      É peculiar ao método o tratamento diferenciado a cada tipo de cadeia muscular, de acordo com o tipo de fibras predominante na mesma. Assim, músculos cujas fibras são predominantemente fásicas tendem a enfraquecer, ao passo que músculos cujas fibras são predominantemente tônicas estão predispostos ao encurtamento. Logo, sob a ótica deste método, tratar grupos musculares distintos requer abordagens terapêuticas distintas: deve-se alongar cadeias musculares tônicas encurtadas e fortalecer cadeias fásicas enfraquecidas.

      Identificadas a zona de principal queixa sintomatológica, as alterações morfológicas do indivíduo e as cadeias tônicas encurtadas, alvo de principal interesse do método, parte-se para a adoção do plano de tratamento. Existem 8 posturas de tratamento, a saber: rã no chão com braço fechado, rã no chão com braço aberto, rã no ar com braço fechado, rã no ar com braço aberto, sentada, bailarina, de pé na parede e de pé no meio. O plano de tratamento de cada indivíduo será traçado a partir da eleição de posturas de tratamento adequadas a cada quadro sintomatológico e zona de retração apresentados pelo paciente. Não é recomendado, por exemplo, no primeiro atendimento de um paciente que apresenta hérnia discal L5-S1, referindo quadro sintomatológico de lombociatalgia aguda, eleger para o seu plano de tratamento posturas com carga (sentada e de pé).



      Os alongamentos proporcionados pelo método são pós-isométricos ou ditos em excentricidade: durante a evolução da postura as cadeias retraídas são alongadas durante seu relaxamento após contração isométrica solicitada pelo terapeuta. Isso acontece de maneira gradativa e sistemática para cada cadeia retraída, entretanto é importante ressaltar que as compensações decorrentes destes alongamentos merecem atenção especial e correção assim que identificadas, a fim de que estes obtenham maior eficácia. Em cada atendimento são adotadas duas posturas de tratamento, podendo durar, juntas, 50 a 60 minutos.

      É importante ressaltar ainda que o método dá enfoque especial ao alongamento do tendão suspensor do diafragma, sendo uma constante de cada atendimento a adoção de padrão respiratório paradoxal, caracterizado, dentre outros detalhes, pela depressão do diafragma durante o momento expiratório. Vale destacar que o princípio da globalidade é perfeitamente visível durante a adoção desta respiração, sobretudo nas posturas de rã no chão, pois à medida que o gradil costal é deprimido, percebe-se nitidamente a cervical (outra extremidade onde se insere o tendão suspensor do diafragma) sendo tensionada, levando o indivíduo a uma hiperextensão compensatória. De maneira análoga, ainda no que diz respeito ao “fio da globalidade”, à medida que uma outra cadeia muscular é alongada, há uma interferência no alongamento do tendão supensor do diafragma, causando bloqueio do padrão respiratório, requerendo do terapeuta percepção destes eventos e persistência no estímulo verbal e tátil a fim de que o paciente reinicie os ciclos respiratórios da maneira recomendada.

     Os resultados do método são rápidos e surpreendentes, tanto na correção de alterações morfológicas e deformidades posturais, quanto no tratamento do quadro sintomatológico do indivíduo. É mundialmente difundido e diariamente ganha notoriedade e novos adeptos onde é divulgado.


Escrito por:
Maercio Mota de Souza
Fisioterapeuta formado pela UEPB
Especialista em Fisioterapia Manual (Faculdade Maurício de Nassau)
Formação em Fisioterapia Manual e Postural (COOFISIO – PB)
Formação em Reeducação Postural Global (Instituto Philippe Souchard)