4 de fevereiro de 2009

Mobilização Articular e Tração

Mobilização Articular

Introdução

É uma técnica muito eficaz no tratamento de disfunções articulares, controlando a dor e devolvendo os movimentos artrocinemáticos normais. Os movimentos artrocinemáticos são pequenos movimentos que acontecem dentro da articulação, necessários para os movimentos osteocinemáticos (movimentos de abdução, flexão, extensão, etc). São basicamente três os movimentos artrocinemáticos: giro, deslizamento e rolamento. A perda de algum desses movimentos poderá implicar em dor e conseqüente perda de amplitude de movimento (ADM), levando a hipomobilidade da articulação, “forçando” a uma outra articulação ficar hipermóvel, culminando em compensações que se perpetuarão por todo o corpo.
Através da mobilização articular, a cinemática articular pode ser recuperada devolvendo, então, o movimento osteocinemático normal em sua ADM. A diminuição da dor pode ser explicada pelo realinhamento articular, diminuindo o estresse em torno da articulação, além de efeitos neurofisiológicos como diminuição do reflexo protetor, pela normalidade articular, influenciando a atividade dos receptores articulares, obtendo efeitos proprioceptivos, que irão repercutir na postura. Também pode ser apontada a ação sobre o tecido conjuntivo, diminuindo uma possível contratura no tecido capsular e tendíneo.

Aplicação da Técnica

Para a aplicação dessa técnica é preciso o conhecimento biomecânico e da cinemática articular das articulações a serem tratadas. Também é preciso o conhecimento das posições lose-packed de cada articulação (posição em que há menor congruência articular). O graus de tratamento propostos por Maitland devem ser respeitados, resoeitando sempre ao parâmetro de dor.

Indicações e contra-indicações

Os dois primeiros graus de Maitland podem ser usados para o alívio da dor do paciente no tratamento inicial dos sinais e sintomas. Visando a recuperação de ADM, tendo já resolvido os sinais e sintomas, aplica-se a mobilização de graus III e IV. O grau V é de aplicação altamente específica, de domínio de especialidades como a Quiropraxia e Osteopatia, graduados em fisioterapia, sem uma dessas formações, não estão aptos a realizar esses tipos de manipulações. A dor é o maior parâmetro que irá guiar o terapeuta em seu tratamento. Em casos de artrites inflamatórias, neoplasia, doença óssea, fratura neurológica, deformidades ósseas congênitas e distúrbios das artérias vertebrais, não se deve aplicar mobilização e manipulação articular.

Tração Articular

Assim como a mobilização articular, a tração é uma técnica bastante eficaz para o tratamento dores articulares, capaz de reduzir a dor e aumentar a mobilidade articular. Basicamente, a técnica consiste em separar as superfícies articulares, a qual é perpendicular ao plano tratado. Para se efetuar o tratamento com tração é preciso seguir os graus propostos por Kaltenborn. Também está indicado ao tratamento inicial que pode ser realizado conjuntamente com a mobilização articular. O parâmetro seguido aqui também é a dor. As contra-indicações são as mesmas da mobilização articular.

3 comentários:

Hegon Luiz Silva do Amaral disse...

A Terapia Manual sempre será o carro-chefe da fisiotarapia,muito utilizada pelos osteopatas e quiropraxistas,está na hora de os fisioterapeutas romper com a cultura eletroterapica e começar aplicar o raciocinio clinico das tecnicas de mulligan, maitland e kaltenborn para restaurar e organizar os movimentos, bem como para o alivio da dor.

Francisco Brioschi disse...

A terapia manual vem mostrando a necessidade do fisioterapêuta em conhecer e saber utilizar a biomecânica. A utilização de métodos e técnicas que contribuam para o reestabelecimento da função articular devem ser vulgares na prática diária do fisioterapéuta. O raciocínio clínico e a prática baseada em evidência são a biblia de todo bom fisioterapêuta.
Parabéns pelo Blog. Ótimo encontrar menções como esta em blog´s.

rebeca disse...

É muito legal saber o poder que temos em nossas mãos, pena que nem todos compreendam isso...

  ©Portal da Fisioterapia Manual - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo